11 3873-6696

Casa das Caldeiras

Casa das Caldeiras um patrimônio cultural

arte, território, patrimônio. e agora pessoas.

Acompanhe a Casa das Caldeiras no YouTubeAcompanhe a Casa das Caldeiras no YouTube Acompanhe a Casa das Caldeiras no FacebookAcompanhe a Casa das Caldeiras no Facebook Acompanhe a Casa das Caldeiras no TwitterAcompanhe a Casa das Caldeiras no Twitter Acompanhe a Casa das Caldeiras no Google PlusAcompanhe a Casa das Caldeiras no Google Plus

a nossa percepção do outro

a nossa percepção do outro

e sobre nós mesmos

Queremos falar e refletir sobre percepção, essa palavrinha por vezes difícil de ser entendida, mas que carrega tanta importância e requer tanta consciência e sensibilidade!

Como você percebe o outro?

Como você percebe as pessoas com quem convive? Como interpretar os sinais que a outra pessoa emana? Como observar com atenção o outro para compreender o que ele quer dizer e como ele está se sentindo?

Como entender o comportamento do meu filho, dos meus pais, de um irmão, de um amigo, com alguém que me relaciono?

Como eu consigo perceber as mensagens que as pessoas querem me mandar, seja por vontade própria, seja sem perceberem?

Os estímulos estão aí! A todo momento recebemos informações do meio em que vivemos e é papel de cada um de nós tratá-las com sensibilidade para só assim interferirmos.

 
É preciso perceber antes de agir!
 
Se queremos melhorar o ambiente em que vivemos, na nossa família, na nossa comunidade, é muito importante que estejamos empenhados em perceber o outro, que nem sempre usará as palavras certas para se expressar.
 
A vida é repleta de conflitos e cada um tem seu modo de ser, sua maneira de lidar. Cada um com sua forma peculiar de pedir ajuda ou até de se demonstrar disponível.
 
Que tal incluirmos alguns exercícios diários de observação do outro e de nós mesmos, com intenção? Com uma real vontade de se aproximar e ter empatia com o que o outro está vivendo, para assim, poder interferir de maneira positiva. 
 
Se o seu filho está passando por um período de conflitos e reclamações na escola, será que não é o momento de observá-lo mais de perto? Passar mais tempo com ele? Acolher e estar perto. Iniciar uma conversa despretensiosa e perguntar sobre os seus desejos, suas vontades?
 
De repente um dos adultos da casa anda muito estressado com o trabalho, sem motivação para outras coisas, será que não seria o momento de encarar com sensibilidade e propor atividades leves no fim de semana, como ir a um parque em família e tirar um bom cochilo embaixo de uma árvore?
 
Sua mãe anda irritada e reativa, será que ela não está sobrecarregada com muitas funções na casa? Que tal a família propor uma divisão onde todos colaboram?
 
Sua irmã está em período de gestação e está com dificuldades de organizar todas as coisas do novo integrante da família? Que tal se disponibilizar a ajudá-la? Ou talvez o seu sobrinho seja um bebê recém-nascido, que acaba de chegar ao mundo e precisa de acolhimento dos adultos da família. E se você se oferecer para passar uma tarde com ele uma vez por semana? Além de tudo, você ainda terá uma nova e enriquecedora experiência!
 
Exercitar o olhar é importante! E através desse exercício você tem diversas possibilidades de compreender o momento do outro e fazer, de fato, a sua parte.
 
É muito importante observar e perceber, para poder contribuir para um ambiente mais harmônico em família! Que tal você experimentar? 
 
Gostou desse conteúdo? Compartilhe e divulgue para os amigos e familiares! 
 

Artigos Relacionados

Olá, deixe seu comentário para a nossa percepção do outro

Já temos 1 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Thais B

Thais B

ótimo
★★★★★DIA 12.06.17 20h18RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/
Patrocinadores
Patrocinadores
Patrocinadores
Patrocinadores