11 3873-6696

Casa das Caldeiras

Casa das Caldeiras um patrimônio cultural

arte, território, patrimônio. e agora pessoas.

Acompanhe a Casa das Caldeiras no YouTubeAcompanhe a Casa das Caldeiras no YouTube Acompanhe a Casa das Caldeiras no FacebookAcompanhe a Casa das Caldeiras no Facebook Acompanhe a Casa das Caldeiras no TwitterAcompanhe a Casa das Caldeiras no Twitter Acompanhe a Casa das Caldeiras no Google PlusAcompanhe a Casa das Caldeiras no Google Plus

Túnel do Tempo

Túnel do Tempo

visitas monitoras

Fazemos agendamento prévio para criação de turmas de visitas monitoradas para as tardes de segunda-feira ou ainda para algumas manhãs de domingo pelo email: contato@casadascaldeiras.com.br

Vamos falar sobre História!

Histórias que se cruzam, se sobrepõe e, que conjuntamente, constroem o nosso melhor entendimento do passado.

Estar num lugar como a Casa das Caldeiras nos ajuda experimentar um pouco do passado comum a nós, cidadãos de São Paulo: o edifício é um testemunho vivo de parte da nossa história.

Como então localizamos a Casa das Caldeiras na linha do tempo?

Vamos recordar sobre como a cidade de São Paulo se desenvolveu a partir do ciclo do café, com a chegada dos barões do café, com a construção da estrada de ferro - que levava a produção ao porto de Santos e através da Sorocabana, distribuía produtos vindos da Europa pelo interior do Estado. Este contexto foi essencial para promover seu crescimento e o início da industrialização: recursos financeiros disponíveis na cidade e mão-de-obra preparada e técnica com a imigração italiana.

Com a imigração italiana chegou Francesco Matarazzo em 1881, aos 27 anos. Francesco se estabeleceu em Sorocaba, onde se dedicou ao comércio de banha de porco. Em 1890, muda-se para São Paulo onde cria a Matarazzo e Irmãos na Rua 25 de Março, com seus irmãos Giuseppe, Luigi e Andrea para comercializar banha, trigo da Europa e até mesmo arroz da China. Com os negócios prosperando, constituiu-se a Companhia Matarazzo S.A. com 43 acionistas. Entre 1899-1900, com o financiamento do London Bank (hum mil e quinhentos réis) e com os equipamentos e máquinas da Henri Simon & Co de Manchester, Francesco constrói e monta a sua primeira fábrica, no bairro do Brás, próxima a linha de trem São Paulo Railway - o Moinho Matarazzo.

Artigos Relacionados

Olá, deixe seu comentário para Túnel do Tempo

Enviando Comentário Fechar :/
Patrocinadores
Patrocinadores
Patrocinadores
Patrocinadores