11 3873-6696

Casa das Caldeiras

Casa das Caldeiras um patrimônio cultural que oferece eventos diferenciados.

arte, território, patrimônio. e agora pessoas.

Acompanhe a Casa das Caldeiras no YouTubeAcompanhe a Casa das Caldeiras no YouTube Acompanhe a Casa das Caldeiras no FacebookAcompanhe a Casa das Caldeiras no Facebook Acompanhe a Casa das Caldeiras no TwitterAcompanhe a Casa das Caldeiras no Twitter Acompanhe a Casa das Caldeiras no Google PlusAcompanhe a Casa das Caldeiras no Google Plus

Diário do Manual #26

Diário do Manual #26

uma carta ao futuro

Você já pensou em escrever uma carta para você mesmo num tempo futuro?

Mandar um recadinho, relembrar algo, contar como você é agora e até dar uma dica para você mesmo no futuro. 

Por exemplo, uma carta escrita agora e que seria aberta daqui 5 anos.

Que tipo de mensagem você gostaria de ver transportada no tempo? Sobre o que você escreveria?

Planos, sonhos, projetos e desejos... uma história, um aprendizado, um sentimento, um carinho... 

Ou até mesmo escrever sobre um momento do presente que você não gostaria de compartilhar agora com ninguém? Aquele segredinho ou aquela angústia que você só divide consigo mesmo. 

Uma carta escrita hoje para ser aberta por você daqui a 5 anos é muito poderosa! Ela pode te trazer memórias, afetos, aprendizados e uma porção de coisas que podem te conectar com a sua história, com o seu jeito de ser e até te inspirar a mudanças, transformações. 

O que em você-hoje deve viajar no tempo para encontrar você-futuro?

O que você gostaria de dizer e lembrar para si mesmo logo ali, na virada da curva?

Escrever sobre coisas do seu cotidiano, sobre o que você está vivendo agora, coisas que você dá importância. Tudo será lembrança: uma memória-viva. 

Já imaginou abrindo essa carta no futuro?

E se você tivesse se escrito uma carta há 5 anos atrás e ela fosse aberta hoje, o que você estaria dizendo? Será que os seus sonhos e planos continuam o mesmos?

O que em você permaneceu, o que ainda é importante? O que virou história? O que você descartou? Houve perdas? Quais foram as surpresas? O que foi conservado na memória e o que desapareceu no esquecimento?

Quais os amores e afetos que foram e continuam sendo? Como você lidou com os seus desafios, conseguiu superá-los.... Quanto de você mudou? 

Somos processos vivos, a todo momento a vida nos ensina, nos atravessa, nos constitui, estamos em troca e em relação. Nos mantemos e nos conservamos apesar de ser da nossa maneira. O que conservamos e a forma como conservamos segue nos definindo.

Ter consciência deste processo constante de curadoria de nós mesmos é essencial, para que não nos percamos no percurso.

Afinal, passados 5 anos, o que em nós queremos reconhecer? Qual é a nossa essência?

Hoje o Diário do Manual quer te inspirar a fazer este exercício de conexão entre as passagens da sua vida e a sua maneira de ser e estar em cada uma delas.

Faça uma carta para você no futuro. Acreditamos que a melhor pessoa com quem você pode se conectar é com você mesmo. Então, não perca a oportunidade! 

Artigos Relacionados

Olá, deixe seu comentário para Diário do Manual #26

Enviando Comentário Fechar :/
Patrocinadores
Patrocinadores
Patrocinadores
Patrocinadores